< voltar para o Vértice Espaço Cultural

Kika Goldstein

Memórias Perceptivas

De 29/01/2020 à 20/03/2020
 

Visitas guiadas:
20/02: às 13h e às 18h
02 e 11/03: às 13h
16/03: às 13h e às 18h



ÀS PORTAS DA PERCEPÇÃO
 
Kika Goldstein aproxima a pintura da percepção do espaço e do tempo. Perdemos aos poucos a capacidade de nos orientar, uma vez que somos direcionados por georreferenciamento e notificados por aplicativos. Ao acompanhar com os olhos as séries de pinceladas e descobrir conexões entre formas e cores, seja no interior de cada pintura, seja entre as pinturas que compõem o espaço como um conjunto, restitui-se uma sensibilidade anestesiada pela tecnologia digital.

Sabemos onde estamos graças a uma série de experiências acumuladas. Sobre elas pairam incertezas que atormentam quem exige clareza e distinção. A pintura não minimiza as incertezas, pois produz experiências do pensamento motivadas pela dúvida. A bússola natural representada pelas estrelas não é, para a pintura, composta de objetos visíveis. O norte do trabalho de arte está em toda e em nenhuma parte, habita os interstícios, as relações.

As pinturas de Kika Goldstein foram produzidas sob a impossibilidade de apontar para um norte, de positivá-lo como um ponto cardeal. A partir dessa experiência crítica, a artista compõe uma constelação com obras de outros artistas, ideias filosóficas, memórias e percepções, os muitos nortes que motivam cada um dos gestos que se veem nas pinturas, condensados na intensidade obtida a partir da tinta a óleo com cera de abelha e sublimados no fulgor das cores.

As formas não são voláteis nem diáfanas. São firmes, quase sólidas, mas, se sugerem a possibilidade de se consolidar em algo determinado, logo fluem e mudam de direção, desvencilham-se umas das outras, mantêm o espaço aberto. As tonalidades ígneas não se diluem em meio aos verdes, ocres e azuis mais foscos, mas irrompem revelando que a terra não é transparente, pois há sempre algo de opaco no solo que sustenta a realidade humana: “A natureza ama esconder-se”, disse Heráclito de Éfeso. Não se trata do mundo percebido enquanto coisa, mas daquilo que escapa ao entendimento no espaço e no tempo, um mistério que subjaz a experiência.

As principais referências para Kika Goldstein durante a produção das pinturas foram as obras de Hilma af Klint (1862-1944) e Paul Klee (1879-1940). O período coincidiu com as exposições apresentadas pela Pinacoteca do Estado de São Paulo e pelo Centro Cultural Banco do Brasil em São Paulo. Os dois artistas atuaram no limiar da pintura abstrata, dirigiram-se com igual intensidade para a introspecção e para uma experiência direta da natureza. O período coincidiu também com a gestação de sua segunda filha, Isabel.

Tornar visível o fundo inumano do ambiente humano é uma diretriz comum a Klint e Klee. Kika Goldstein segue esse caminho e encontra na dimensão intersticial das pinturas o que Deleuze chamou de “imagem viva” e que, segundo o filósofo, oculta uma “percepção”. Nosso olhar foi adestrado para se deter em coisas, mas, na pintura, cada forma, cor e pincelada ocorre em sinergia com outras, de modo que se configura uma constelação a cada olhar que se lança no espaço.
A constelação desdobra-se além das telas ou dos conjuntos de telas, converte o espaço em obra, o ser em relação.
 
José Bento Ferreira
Professor de Filosofia e Crítico de Arte
 

Expediente

Abertura dia 05/02, às 19h
De 29 de janeiro até 20 de março
de 2ª a 6ª, das 9h30 às 19h30 Local: Rua Vieira de Morais, 217 – Campo Belo

por Kika Goldstein

Formação: Bacharelado em artes plásticas, Faculdade Santa Marcelina – FASM, São Paulo/SP
Complementação Pedagógica, Faculdade Wenceslau Brás, PR
 
EXPOSIÇÕES COLETIVAS SELECIONADAS
2019
  • Feira PARTE – Galeria Tato, SP
  • Mil e Uma – Casa Lâminas, SP, Galeria Murilo Castro, BH
2018
  • Coletiva de Novos Talentos - Casa Galeria, SP
2017
  • Elefante Centro Cultural Brasília – COLETIVO 2 e 1 O lugar do outro Lugar, DF
  • Galeria Califórnia – COLETIVO 2 e 1 O lugar do outro Lugar, SP
2016
  • Feira PARTE – COLETIVO 2 e 1 O lugar do outro Lugar Projeto Especial, SP
2015
  • Art Monaco - Gallery Universalis, exposição coletiva, Principado de Mônaco.
2014
  • Faces da Vida – Espaço Art Design e Galeria , SP
  • Rotterdam International Art Fair
– Gallery Universalis , Holanda.
2011
  • 1ª Mostra de Artes Figueiredo, Galeria Sérgio Caribé, SP
2010
  • Art in Capital, Grand Palais, Paris, França
  • Brasilianische Kunstler Galerie D’art Lúcia Hinz, Alsdorf,
  • Alemanha Art Open, Eschweiler, Alemanha
  • Projeto Panorana Brasil em Movimento, VHS – Volkshochschule Frankfurt am main Zentrale, Frankfurt, Alemanha
  • Arte em Casa, Alto de Pinheiros Galeria Tato DiLascio, São Paulo/SP
  • Projeto Individual de Dois – Arte da Ficção, Galeria Invest.art, São Paulo/SP
2009
  • Projeto Panorama Brasil em Movimento
Casa da America Latina, e Casa do Brasil Lisboa, Portugal
  • Salon Nationale Dex Beaux – Arts Carrossel Du Louvre, Paris,
Franca
  • Art Fair, Hanôver, Alemanha
2008
  • XI Salão Cidade Maravilhosa, Sociedade Brasileira de Belas Artes, Rio de Janeiro
LXII SAAP - Antonio
  • Rodini – Contemporâneo Casa da Cultura, Araras/ SP
2005
  • Circuito Brasileiro das Artes, Museu de Cascais, Cascais, Portugal
  • Circuito Brasileiro das Artes, Centro de Convenções do Estoril, Lisboa, Portugal
2004
  • Labor, São Paulo, SP
2003
  • Interfaces, Galeria Caribé, São Paulo/SP  
 
EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS
2020
  • Memórias Perceptivas, Cor Forma, Espaço – Laboratório Subsolo
2019
  • Memórias Perceptivas, Cor Forma, Espaço – Casa Galeria e Oficina de Arte Loly Demercian, SP
2010
  • Lapidando as Pedras Brutas – Galeria 3058 A/ SP
2003
  • Movimentos -  Espaço Herança Cultural, São Paulo/SP
2000
  • Pedestres - ONG Café Aprendiz, São Paulo/SP
  • Pedestres - Secretaria de Cultura do Guarujá/SP
 
CURSOS EXTRACURRICULARES
2017
  • Curso de treinamento módulos 1 e 2 de professores de arte educação Segni Mossi, Roma, Itália
  • Workshop sobre a Abordagem Reggio Emilia – Reggio Emilia, Itália,
2016 à 2018
  • Acompanhamento de Processos e Projetos para Artistas, Ateliê 2 e 1 com Carolina Paz
2016
  • Complementação pedagógica no Cenebra Educacional de Wenceslau Braz, Paraná/ PR
2009
  • História da Arte com Rodrigo Naves Acompanhamento de projetos em pintura com Eurico Lopes MUBE
2004
  • Gravura, Museu Lasar Segall, Claudio Mubarac
  • Assistente do Artista Multimídia Jaime Prades, São Paulo/SP
2000 à 2002
Óleo sobre tela e demais técnicas com André Netto

Faça-nos uma visita!

Prédio 1: R. Vieira de Morais, 197 | Prédio 2: R. Vieira de Morais, 217 - Campo Belo, São Paulo, SP - CEP: 04617-000
Horário de funcionamento: 2ª a 6ª feira, das 9h30 às 21h30