Música

Bateria

Aprender a tocar bateria envolve adquirir e desenvolver um conjunto de habilidades físicas e mentais específicas. Aqui no VEC o processo de aprendizagem acontece na aula de bateria de forma descomplicada e divertida. Com a orientação de um professor qualificado, as aulas de bateria são personalizadas de acordo com a idade (a partir de 7 anos*) e objetivo do aluno em relação à bateria, apoiando a construção de conhecimento em cinco pilares 1. musicalização: percepção, escuta e compreensão dos diferentes aspectos da linguagem musical; 2. técnica: preparo físico das mãos e do corpo para tirar do instrumento o som desejado; 3. criatividade: interpretação, composição e improvisação; 4. leitura musical: escrita gráfica (alternativa), escrita tradicional, por meio de exercícios musicalmente atrativos e progressivos; 5. material: escolha de repertório adequado ao nível de aprendizado do aluno para proporcionar uma experiência musical significativa, utilizando arranjos de músicas conhecidas – de diferentes gêneros musicais - para que os alunos de bateria desenvolvam e consolidem os conteúdos aprendidos. A bateria é um instrumento musical fundamental para diferentes formações instrumentais. Ela é a responsável pela base rítmica das músicas em que participa, garantindo a regularidade da pulsação, a base rítmica para todos os instrumento. Assim a bateria está presente em bandas de rock, grupos de jazz, samba, em coletivos e orquestras. A configuração básica de uma bateria inclui chimbau (prato duplo), caixa, prato de condução, prato de ataque, dois tom-tons e bumbo, mas é possível acrescentar os instrumentos que o baterista quiser, de acordo com o gênero musical em que o instrumento será utilizado. O objetivo de tocar bateria é... tocar bateria! Tocar as músicas que gostamos é uma grande realização, mas aprender a linguagem musical na prática, tocando um instrumento, estimula áreas do cérebro que não são ativadas por nenhuma outra atividade – especialmente a bateria, por realizar movimentos simultâneos e diferentes com as duas mãos e os dois pés. Entre os benefícios, comprovados cientificamente, estão a melhora da concentração, atenção, memória, habilidades espaciais e matemáticas, além da auto expressão, da criatividade, compreensão da importância da disciplina e persistência. A ideia de reunir diferentes instrumentos de percussão de modo que pudessem ser tocados por uma só pessoa acontece no final do século 19. O percussionista Edward “Dee Dee Chandler”, de New Orleans, desenvolveu uma forma de tocar o bumbo acionado por um pedal enquanto tocava caixa e é a partir desse conceito que se desenvolveu a bateria como conhecemos hoje. *aulas para alunos a partir de 4 anos em horários diferenciados, sujeito à disponibilidade de vagas. Professores: Max Sallum, Thiago Camargo, Thiago Rojo e Wilson Dias

Mediação

Mediador

Max Sallum

ver bio

Possui curso superior e especialização pela FGV na área de publicidade e propaganda, é baterista profissional e professor de música formado pelo CLAM (Zimbo Trio) tendo sido aluno de Lelo Izar e Rubinho Barstotti. Participou de cursos e workshops no Brasil e EUA, com professores como Dennis Chambers, Billy Cobham, Tony Williams, Steve Gadd, Dave Weckl. É professor de bateria há 20 anos e músico atuante em gravações e shows com renomados artistas da música pop e do jazz.

Mediador

Thiago Rojo

ver bio

Bacharel em Bateria – música popular pela Faculdade Cantareira e Pós-Graduado em Música Popular pela FACCAMP, tendo estudado com o mestre Bob Wyatt, Lílian Carmona (ritmos latinos) e Realcino Filho (Nenê). Atua como professor de bateria e disciplinas teóricas em escolas de música.

Mediador

Wilson Dias

ver bio

Professor de bateria, percussão e música na escola regular, é baterista, arranjador e autor de quatro métodos para o estudo da bateria – para alunos a partir de 4 anos – e um método de percussão. Em sua formação transitou pela música popular e erudita com professores renomados do Brasil e do exterior. Já tocou com artistas da música popular, erudita e em gravações de música instrumental brasileira. Foi supervisor musical da revista “Batera & Percussão” e colunista na “revista Teclado & Piano”.

Investimento

R$ 509,00

Consulte horários e turmas disponíveis nos canais abaixo:

Confira matérias que podem ser de seu interesse

link postagem
Curso de Mangá: 3 dicas para você desenhar melhor

Curso de Mangá: 3 dicas para você desenhar melhor

Gosta de desenhar e está à procura de Curso de Mangá? Veja nossas dicas para melhorar seu traço e conheça nosso Curso de Desenho Anime.

Postado em 06/01/2020

link postagem
Horários de funcionamento: dez e jan

Horários de funcionamento: dez e jan

Estamos encerrando as atividades de 2019 e já preparando as novidades da nossa programação para o próximo ano.

Postado em 11/12/2019

link postagem
Razões para tocar um instrumento musical

Razões para tocar um instrumento musical

Quer aprender a tocar um instrumento, mas ainda está em dúvida? Veja os motivos para você tocar um instrumento musical hoje mesmo.

Postado em 10/12/2019

link postagem
Festival das Artes 2019

Festival das Artes 2019

Artes marciais, teatro, música e dança. Assim foi o Festival das Artes 2019, evento do Grupo Vértice de Educação que reuniu mais de 400 alunos do Vértice Espaço Cultural, de várias faixas etárias, e dos cursos extracurriculares do Colégio Vértice. 

Postado em 02/12/2019

Cursos em destaque