Os quatro elementos na mandala astrológica: outras organizações de mundo

O curso pretende abordar os quatro elementos constitutivos da mandala astrológica (Fogo/Terra/Ar/Água) e seus respectivos signos de regência. Com base nos mapas natais dos participantes, a compreensão desses campos zodiacais se dará a partir das experiências e relatos de cada integrante do grupo. A literatura também aparecerá como abertura para a compreensão das diferentes atmosferas de cada elemento, por meio de autores como Ana Cristina César, Murilo Mendes, Guimarães Rosa, Hilda Hilst, Conceição Evaristo, entre outros. A fim de que os mapas sejam desenvolvidos, será necessário que, na inscrição, os alunos indiquem data, local e, caso tenham conhecimento, horário de nascimento.

19/03 (terça-feira)

O fogo. O encontro, com base no poema Fagulha, de Ana Cristina César e trechos do Folhas de relva, do estadunidense Walt Withman, fará uma imersão no universo intuitivo dos signos regidos pelo fogo (Áries/Leão/Sagitário). A ideia dos ritmos (Cardinal/Fixo/Mutável) atrelada aos elementos também será introduzida.

21/03 (quinta-feira)

A terra. O segundo dia partirá do poema Do velho ao jovem, de Conceição Evaristo, como base para a compreensão do tempo da terra. Para além da apresentação dos três signos desse elemento (Touro/Virgem/Capricórnio), uma discussão acerca do tempo, o coração da astrologia, será iniciada.

26/03 (terça-feira)

O ar. O ar é o pensamento no zodíaco. Para apresentar seus três signos (Gêmeos/Libra/Aquário), o encontro se pautará em diálogos célebres do autor Guimarães Rosa, no romance Grande Sertão Veredas.

28/03 (quinta-feira)

A água. O universo sensível da água será desvendado por meio do poema Reflexão n°1, do poeta Murilo Mendes. Os signos desse elemento (Câncer/Escorpião/Peixes) serão apresentados também com o intuito de retomar a ideia dos ritmos, uma vez que, passado por todas as dozes casas, o emaranhado da mandala astrológica estará mais evidente.

02/04 (terça-feira)

A construção do pensamento astrológico se dá enquanto observação qualitativa da cultura, e, por isso, o último encontro será destinado a uma discussão/reflexão acerca do papel da Astrologia, da construção do tempo e do espaço do mistério na sociedade moderna, assim como em outras ontologias. O encontro utilizará como bibliografia a breve conferência Outras naturezas, outras culturas, do antropólogo francês Philippe Descola.

Com Giulia Esteves Lima

Início: 19/3


• 5 encontros

• 3ª e 5ª f., das 19h30 às 21h (de março a abril)

 

Investimento: R$ 400,00 

  • Professores da rede pública e do Vértice terão 5 bolsas integrais, por sorteio, cada grupo. Se houver mais interessados desses grupos, incluindo funcionários do Vértice, terão desconto de 75%.
  • Profissionais da área de educação e estudantes em geral têm desconto de 50%.
  • Os demais pagam integralmente.

Pagamento: Depósito em conta e boleto.

Inscrição:
contato@verticeespacocultural.com.br
ou tel. : 5090.1645

Professor: Giulia Esteves Lima
Astróloga, professora, estudante de psicanálise e bacharel em Letras, pela USP