O desejo transgressor no conto Amor, de Clarice Lispector

A palestra se propõe analisar a obra de Clarice não apenas pela camada semântica (sempre clara e  simples), mas pela complexidade do conteúdo que se evoca a partir de recursos formais característicos do estilo da autora. A discussão perpassa pela abordagem das relações sociais e pretende mostrar que aberturas fugazes podem despertar aspectos intensos e fascinantes. Para isso, o foco será a abordagem do conto “Amor”, exemplar nesse sentido. Ana, a protagonista, é colocada em uma situação totalmente diária, voltando de bonde para casa com as compras no colo. Súbita e inesperadamente, a visão de um cego no ponto do bonde faz ruir suas defesas tão bem armadas para não deixar explodir a existência em toda a sua força e violência.

Com Yudith Rosenbaum.

Início: 13/6


• 1 encontro:

• 5ª f., das 19h30 às 21h 

Investimento: R$80,00

  • Professores da rede pública e do Vértice terão 5 bolsas integrais, por sorteio, cada grupo. Se houver mais interessados desses grupos, incluindo funcionários do Vértice, terão desconto de 75%.
  • Profissionais da área de educação e estudantes em geral têm desconto de 50%.
  • Os demais pagam integralmente.

Pagamento: Depósito em conta e boleto.

Inscrição:
contato@verticeespacocultural.com.br
ou tel. : 5090.1645

Yudith Rosenbaum

Professora doutora da Universidade de São Paulo na área de literatura brasileira, é graduada em psicologia pela PUC-SP, mestra e doutora em letras (teoria literária e literatura comparada) pela USP. Trabalhou como psicóloga educacional durante quinze anos e atendeu por dez anos em clínica psicanalítica. Atua na interface da literatura com a psicanálise, e é autora de Manuel Bandeira: Uma poesia da ausência (Edusp/ Imago, 1993), Metamorfoses do mal: Uma leitura de Clarice Lispector (Edusp/ Fapesp, 1999) e Clarice Lispector(Publifolha, 2002, série Folha Explica).