Arte Outros

Kung Fu, Taekwondo ou Judô: saiba mais sobre cada arte marcial

Postado em 01/08/2019

Blog Judô, Kung Fu ou Taekwondo, não importa a arte marcial que irá escolher, todas elas trazem inúmeros benefícios para a saúde física e mental. 

Conhecidas por agregar força e resistência, elas também desenvolvem a mente por meio de conceitos de hierarquia, concentração e disciplina, sendo verdadeiras filosofias de vida.

Isso porque, ao se trabalhar a força física, é importante capacitar o autocontrole para o praticante conseguir se adequar aos conjuntos de regras de conduta existentes em cada modalidade. Ou seja, pode ser uma ótima alternativa para quem está em busca de uma atividade que também proporcione bem-estar e a melhoria da qualidade de vida.

Poucos exercícios são tão completos quanto as lutas, uma vez que elas trabalham o condicionamento físico, a coordenação motora, a postura, a flexibilidade, os reflexos, a respiração, além de proporcionar um grande desenvolvimento mental. 

Não existe idade certa para começar a praticar as artes marciais, isto é, elas podem ser feitas por pessoas de todas as idades. No entanto, para as crianças entre 3 e 6 anos, o mais indicado é que elas iniciem as aulas com atividades recreativas. 

Já a partir dos 7 anos, fica mais fácil trabalhar os fundamentos da luta em si, introduzindo os combates. Mas é importante lembrar que até os 13 anos, o treinamento não deve ser muito intenso, para evitar possíveis sobrecargas de esforço que podem ocasionar lesões ou ansiedade durante as situações de luta.

Artes marciais na formação do indivíduo

Uma das filosofias aplicadas nas artes marciais é a importância de destacar que a vitória não está no embate ou no combate, mas, sim, na adaptabilidade às situações e/ou pessoas que estão ao nosso redor. 

De acordo com um estudo realizado pela Universidade de Tel Aviv, em Israel, crianças que praticam artes marciais apresentam maior autocontrole e disciplina no dia a dia, além de ter seus níveis de agressividade reduzidos. 

Segundo os pesquisadores responsáveis pela pesquisa, a prática de artes marciais é mais eficaz para diminuir as emoções negativas do que uma terapia convencional. 

Gostou de saber que os esportes de luta não trazem apenas benefícios físicos, mas podem também contribuir com os aspectos emocionais e comportamentais? 

Listamos abaixo as principais características do Judô, Kung fu e Taekwondo para você descobrir qual dessas artes marciais é mais adequada para o seu estilo. 


Judô

De origem japonesa, o Judô significa caminho suave e a principal filosofia da modalidade é a plena sintonia física, mental e espiritual.

Com bastante contato físico e técnicas voltadas para a imobilização e autodefesa, a modalidade utiliza apenas o próprio corpo para dominar o oponente, e o uso de armas (de qualquer tipo) é terminantemente proibido. Os movimentos são rápidos e a estratégia de raciocínio tem a finalidade de desestabilizar o adversário.

E a faixa utilizada na luta, representa o quê? Ela informa o grau de evolução atingido pelo lutador. As faixas se iniciam na marrom, usada pelos iniciantes, e vão até a preta, podendo ser vestidas apenas pelos lutadores com o mais alto grau de técnica e disciplina. 

Para as crianças, principalmente as hiperativas, a modalidade oferece maior disciplina e equilíbrio ao praticante. Isso porque, durante as aulas, elas aprendem que há um tempo para tudo, desde o momento da saudação em profundo silêncio até o momento de extravasar a força por meio do grito ao executar o golpe. 

Já para os adultos, o Judô pode ajudar a combater o estresse, respirar corretamente, trabalhar a força e velocidade, assim como desenvolver a coordenação. 


Kung fu

A tradução literal desta palavra em mandarim para o português é trabalho duro ou templo de habilidade. A prática tem como foco o condicionamento físico e a beleza estética dos movimentos com fim da autodefesa. 

Assim como todas as artes marciais, o Kung fu pode ser praticado por pessoas de todas as idades. Mas para as crianças, o mais indicado é que os estímulos e aprendizados comecem a ser apresentados a partir dos cinco anos de idade, claro, respeitando sempre a personalidade e características da idade de cada uma delas.  

A modalidade traz inúmeros benefícios aos pequenos, tornando-os mais seguros, responsáveis e disciplinados. Outro ponto interessante do Kung fu para crianças é o fato dele desenvolver a atenção plena e a capacidade de ajudar. 

Entre os adultos, o maior objetivo daqueles que buscam a prática é ter maior disciplina nos diversos setores da vida, inclusive o alinhamento postural. Já nos idosos, o kung-fu ajuda a fortalecer ossos e musculatura, assim como prolongar a qualidade de vida.

Para as pessoas que sofrem de ansiedade ou depressão, o Kung fu pode ser bastante benéfico, por conta dos exercícios de respiração que ajudam a acalmar o corpo e a mente nos momentos de crise. 


Taekwondo

Na tradução literal, Taekwondo significa o “caminho do pé e da mão”, e um dos conceitos-chave da modalidade é o Hongik-Ingan, que quer dizer “bem-estar de toda a humanidade”. E é a partir dessa premissa que se baseia toda a sua filosofia. 

Podemos dizer que o Taekwondo é um instrumento de defesa não só aos ataques físicos, mas também aos percalços emocionais que chegam a nós por meio de dificuldades e adversidades do cotidiano. 

A arte marcial tem como ação principal o chute, por isso, é essencial desenvolver a musculatura dos membros inferiores para melhorar a resistência e o equilíbrio. 

A modalidade pode ser praticada por pessoas de todas as idades, sem nenhuma contraindicação. 

Para os adultos, ela desenvolve a autoconfiança, a vontade de liderança, a seriedade, a paciência e a humildade. Em contrapartida, para as crianças, o Taekwondo promove a autoconfiança, a autoestima, assim como a humildade e respeito com o próximo. 

Ficou animado com os benefícios que as artes marciais podem trazer para o seu dia a dia e quer começar a praticar alguma das modalidades? 


Agora que você já conhece os benefícios de cada arte marcial, escolha qual delas é mais adequada para o seu estilo e venha fazer uma aula experimental aqui no Vértice Espaço Cultural.

Postado por

Mediador

Vértice Espaço Cultural

Conteúdo relacionado

Cursos em destaque

Faça-nos uma visita!

Prédio 1: R. Vieira de Morais, 197 | Prédio 2: R. Vieira de Morais, 217 - Campo Belo, São Paulo, SP - CEP: 04617-000
Horário de funcionamento: 2ª a 6ª feira, das 9h30 às 21h30