A Voz da Experiência: canto coral para 3ª idade

Voltado especificamente para a terceira idade, nosso Coral se baseia em estudos sobre envelhecer com qualidade. Como uma atividade que consiste no fazer musical coletivo, a prática do canto coral integra, motiva, sociabiliza e descontrai, contribuindo para a boa saúde mental e social do indivíduo. A participação em um coral se destaca como uma das atividades que tem tido sucesso no retardamento de aspectos da presbifonia (envelhecimento vocal), cujas características são a redução da capacidade respiratória, perda da potência da voz e alterações na extensão vocal.

Cantar desenvolve a sensibilidade - afetiva e musical, a capacidade de concentração, o raciocínio lógico e a memória. Fazer música, principalmente em grupo, proporciona ao coralista o desenvolvimento de sua expressividade, criatividade, interação, comunicação, cooperação, escuta de si e do outro. Como outras atividades musicais, envolve praticamente todas as áreas do cérebro de uma só vez, sendo um excelente exercício para o desenvolvimento dos sistemas respiratório, auditivo e fonatório.

Nos encontros do canto coral para 3ª idade serão trabalhados relaxamento e conscientização corporal, técnica vocal e conceitos musicais básicos por meio de atividades lúdicas que contribuirão para a preparação de um repertório escolhido especificamente para o grupo.

Com Ana Raquel Alonso

• 1 vez / semana 

• Manhã: 5ª f., das 9h30 às 10h30 

• Tarde: 5ª f., das 19h30 às 20h30

Investimento: R$ 100,00

  • Gratuito para avós de alunos do Vértice Cultural

Pagamento: Depósito em conta e boleto.

Inscrição:
contato@verticeespacocultural.com.br 
ou tel. : 5090.1645

Regência: Ana Raquel Alonso

Mestranda em música pela UNICAMP, é formada em Regência pela UNESP e possui pós-graduação pela Faculdade de Música Carlos Gomes. Participou de diversos festivais de música, workshops e masterclasses onde estudou com grandes maestros e professores. Desenvolve carreira como regente, professora de violão e musicalização, atua em escolas de música, projetos extracurriculares, UNESCO e ONGs sempre buscando a formação musical e social de crianças, jovens, adultos e terceira idade. É membro da ABRAOrff (Associação Orff Brasil) onde participa do grupo de estudos sobre educação musical.